Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

damas



Segunda-feira, 28.03.05

O tabuleiro é uma mina - I

Por Ludoxer

Há mais de 80 anos que se fazem problemas em Portugal. E com intensidade, há mais de 50, e no entanto o tabuleiro não está esgotado. É preciso é saber onde cavar. Claro que às vezes alguém pesquisa no remexido e ainda assim descobre pepitas! Foi o que quase aconteceu a Armindo Gaspar.

Eis dos primeiros problemas que fiz (veio a ser publicado no Jornal de Almada, 13.11.71): 02, 03, 05, 14, 21, (30) x (09), 15, 22, 23, 26, 27 JBG

Até parece derivado dum jogo. Solução: 3-6, 26x17;  14-19, 23x14;  30x18, 22x13; 5-10 GB

É a posição “redescoberta” por A. Gaspar, mas só protagonizada por peões brancos. Para um novato – era o meu estatuto – é um problema notável, sobretudo pelo desconcertante desfecho.

Muitos anos depois, mas publicado em 1977, tomo conhecimento deste problema de J. Anselmo Trabuco: 02, 05, 06, 10, 14, 26 x 17, (22), 29 JBG

Solução: 14-18, 22x9 (se 22x13; 5-9 GB); 10-14 e 14-18 e 5-10 GB

Bonito. Só que não parece crível que as pretas consigam sustentar o empate após 26-30. O exército branco é muito numeroso!

Em todos os casos tem-se um bloqueio puro e passivo.

Entretanto já havia feito (e publicado em 1976) uma habilidade semelhante no outro lado do tabuleiro. Veja-se este estudo (= final artístico): (11), 14, 15, (17) x (03), 24, 27, 30 JBG

Solução: 14-19!,  3-16 (A);  19-23!,  27x20;  17-3,  bloqueio  insistente  e passivo, 30-26/27; 11-4/2 e 4x30/2x30, bloqueio composto e passivo, etc.GB

(A) Se 3-12; 15-20!, 24x6; 3x16 etc.GB. Esta linha “obrigou” a existir uma db. na #11 e para “equilibrar” (e não só!) coloquei um pp. na  #30.

Uma situação um tanto sofisticada. Volto à singeleza. Em 1981, no Cidade de Tomar,  surge da autoria de Eduardo Almeida – um talentoso problemista brasileiro (?) de efémera carreira – o curioso estudo:

tab-mina-1.jpg

Jogam brancas e ganham

Se isto surgisse em jogo, quantos atinariam com a solução, tão simples como engenhosa?

O leitor gostará de o resolver.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 00:46


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog