Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

damas



Segunda-feira, 15.11.04

Para comemorar as 500 visitas, por Ludoxer

Para comemorar as 500 visitas, um mimo à “multidão” de mirones(!):

O contacto com os mais diversos damistas tem-me proporcionado matéria para inúmeros escritos. Desta vez foi Daniel Freitas que pretendeu, por meu intermédio, deixar registada a narrativa dum jogo em que foi espectacularmente surpreendido pelo seu adversário... Acresce que o dito era um simpático velhote que se limitava a jogar despreocupadamente com os amigos, mas que não deixava de ser um valoroso opositor. Pela lei da vida, uns anos depois despediu-se, em definitivo do Tabuleiro!

O jogo decorreu em Almada “há uns anos atrás”, assim:

Joaquim Oliveira Gomes - Daniel Luz Freitas

10-14, 22-18; 5-10, 23-20; 1-5, 27-22; 12-15, 28-23; 14-19, 23x14; 10x19, 31-27 (Esta posição é conhecida da teoria a qual recomenda os seguimentos 7-12 ou 8-12. Mas o “veterano” Joaquim “lembrou-se” de efectuar algo inédito (?)...); 9-13 (primeiro gambito!), 18x9; 5-10, 21-18 (ao recordar o jogo Daniel Freitas aponta que deveria ter efectuado 21-17 e provavelmente ganharia... porém fez o lance intuitivo, até porque não havia motivo para desconfiar da surpresa que lhe estava reservada); 19-23, 26-21; 15-19 (segundo gambito!), 22x15; 23-28 (terceiro gambito!), 32x23; 7-12

mimo-500-visitas.jpg

 Jogam pretas e brancas ganham

Uma situação “arrepiante”. As pretas com três unidades de vantagem  estão perdidas! Depois de muito matutar o Daniel Freitas só vislumbrou uma continuação. A que lhe pareceu “menos má”: 9-5 (pois que 23-19 está proibido em vista de 10-14 e 6x31 etc.GB, ainda que havendo muito para jogar); 12x28, 5-1; 28-31!, 1x7; 31x9.

E as pretas renderam-se selando essa decisão com a manifestação de felicitações ao brioso adversário!

No termo do jogo Daniel Freitas ainda quis esclarecer se aquilo que acabava de acontecer fora fruto de estudo caseiro... Que não, respondeu com um largo sorriso adversário, que foi inspiração do momento. E que momento!

E o desfecho, mesmo traduzido numa derrota, foi tão impressivo para o condutor das pretas que ele jamais esqueceu a “saborosa lição”. E foi com sentido prazer que me confiou o jogo... para que não ficasse confinado à sua memória.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por lusodama às 22:41


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2004

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930